HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO
HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO

Temperaturas em São Paulo devem cair neste fim de semana

Massa de ar quente perde força e Sudeste começa a sofrer influência de uma frente fria

Thiago Wagner, O Estado de S. Paulo

16 de outubro de 2015 | 16h19

SÃO PAULO - O paulistano vai ganhar um alívio no calor neste fim de semana. De acordo com a previsão do instituto Climatempo, a temperatura deve cair um pouco em São Paulo. A máxima não vai passar dos 26º C no sábado, 17, e dos 24º C no domingo, 18, enquanto que as mínimas serão de 18º C e 17º C respectivamente. 

O clima mais ameno chega depois da terceira madrugada mais quente do ano. Na madrugada desta sexta-feira, 16, a temperatura foi de 23,5º C, ficando atrás somente dos 24,5º C de 2 e 10 de janeiro e dos 23,9º C registrados no primeiro dia do ano. Durante o dia, a máxima registrada foi de 35,7ºC, mas a previsão para esta noite é de temperaturas entre 18ºC e 19ºC. 

O motivo do calor nos últimos dias em São Paulo é explicado pela massa de ar quente que se encontra na região. Por conta dela, há a diminuição da formação de nuvens e de chuvas. No entanto, essa massa perde força a partir da tarde desta sexta. 

Além disso, o Sudeste começa a sofrer a influência de uma frente fria. Esses dois aspectos fazem com que o sábado e domingo sejam mais amenos em relação aos últimos dias. 

O fim de semana menos quente, porém, não significa que o calor vai dar uma trégua no restante de outubro. Já na segunda-feira, 19, as temperaturas começam a subir novamente. A previsão é de máxima de 30º C, enquanto que a mínima deve ser de 15º C na madrugada.

De acordo com dados do Climatempo, outubro normalmente registra uma média de temperaturas máximas de 25º. Apenas em quatro dias desde o início do mês a máxima ficou abaixo ou igual à média climatológica.


Tudo o que sabemos sobre:
ClimaTempoSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.