Temperatura mínima hoje na capital deve chegar a 8°C

Apesar da volta do sol pela manhã, massa de ar polar deve atuar no Estado durante toda a semana

O Estado de S.Paulo

02 de maio de 2012 | 03h02

Ontem, houve frio recorde no Sul e no Sudeste do País. E, de acordo com a previsão dos meteorologistas da Climatempo, a manhã de hoje será ainda mais fria. A maior parte das regiões paulistas, por exemplo, deve ter temperatura abaixo dos 10ºC. Na capital, os termômetros podem marcar 8ºC de mínima e no Estado, até 5°C.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou ontem 11,4°C no Mirante de Santana, zona norte paulistana. Anteriormente, a marca mais baixa do ano era de 14,4ºC, em 29 de março. "O sol reapareceu pela manhã em São Paulo, entre muitas nuvens, depois de ficar escondido desde sexta-feira. Mas o sol veio com o frio, por causa da forte massa de ar polar que entrou no centro-sul do Brasil", explica a meteorologista Josélia Pegorim, da Climatempo.

À noite, quando a temperatura voltou a baixar dos 12°C, a Defesa Civil declarou estado de atenção. Segundo a Climatempo, a forte massa de ar polar vai atuar durante toda a semana, enfraquecendo devagar. Assim, a temperatura vai subindo aos poucos, mas as noites e o começo da manhã ainda serão frios.

No Rio Grande do Sul, a temperatura ontem ficou próxima de zero grau em diversas cidades. As mínimas registradas pela MetSul Meteorologia foram de -1,9°C em Santa Rosa e -0,4°C em Farroupilha.

Segundo o Inmet, o frio foi grande também em várias regiões paulistas. Fez 9,7ºC em Barretos, 7,3ºC em Valparaíso, 4,7ºC em Barra do Turvo (Vale do Ribeira) e 5ºC em Rancharia.

Litoral com ventos. No litoral sul, a região de Iguape amanheceu gelada e a temperatura mínima foi de 12,4ºC. A frente fria ainda trouxe fortes ventos e temporais para o litoral norte. A Defesa Civil decretou estado de alerta em São Sebastião, cidade mais atingida pelos vendavais, que chegaram a 108 km/h. /EDISON VEIGA, ELDER OGLIARI e REGINALDO PUPO, ESPECIAL PARA O ESTADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.