Wether Santana/Estadão
Wether Santana/Estadão

Temperatura mínima chega a 4°C na cidade de SP nesta terça-feira, com risco de geada

Resultado de uma massa de ar polar, o tempo frio e seco pode favorecer a formação de queimadas, alerta CGE; no Sul do País, Santa Catarina registra temperaturas negativas, neve e sincelo

Marianna Gualter, O Estado de S. Paulo

19 de julho de 2021 | 10h30
Atualizado 19 de julho de 2021 | 15h03

As baixas temperaturas e o tempo seco prevalecem na cidade de São Paulo no decorrer desta semana, resultado de uma massa de ar polar que chegou à capital no último domingo, 18. O ápice do frio acontece nesta terça-feira, 20, quando a mínima chega a 4°C e a máxima não ultrapassa 18°C. Geadas também podem atingir a capital. 

A queda de temperatura iniciada no domingo terá seu ponto máximo na manhã desta terça, segundo informações do Climatempo. O frio se acentua durante a madrugada e chega a 4°C às 6h da manhã. O tempo esquenta ao longo do dia e atinge a máxima, 18°C, às 14h. A temperatura volta a cair durante a noite, quando retorna a 13°C. 

Além de mexer nos termômetros, a frente fria tem outras consequências. “Esse sistema também deixa o tempo seco e estável, o que agrava os problemas com os baixos índices de umidade, qualidade do ar e formação de queimadas”, afirma em nota o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE).

Ao longo do dia, a umidade relativa do ar permanece abaixo do intervalo ideal para a saúde humana estabelecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS), entre 50% e 60%. O pior resultado deve ocorrer por volta do meio-dia, quando o índice beira 30%. A umidade melhora durante a noite, a partir das 19h. Assim como o restante da semana, o dia terá céu com poucas nuvens, sem previsão de chuva. 

O Climatempo não descarta a possibilidade de geadas na capital entre segunda e terça. Neste caso, o risco maior está concentrado em áreas mais afastadas do centro urbano, como o Grajaú, no extremo sul. O fenômeno também está previsto para cidades da região metropolitana e do interior paulista. 

A temperatura começa a subir na quarta-feira, 20, com mínima de 7°C e máxima de 22°C. A tendência se consolida nos dias seguintes. Entre quinta e domingo, a mínima fica em torno de 11°C e 13°C, e a máxima entre 20°C e 23°C. 

Temperaturas negativas em Santa Catarina

O declínio da temperatura, causado por uma massa de ar frio, não é exclusivo de São Paulo e atinge outras localidades no Sudeste, Sul e Centro-Oeste.

Em Santa Catarina, nesta segunda-feira, 19, houve registros de neve e sincelo (pedaços de gelo suspensos em árvores ou beirais dos telhados). O Estado enfrenta uma onda de frio intenso, que pode ser a mais forte do ano, segundo o Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia (Epagri/Ciram). 

Nesta manhã, a região do Planalto Sul, famosa pelas baixas temperaturas, registrou mínimas negativas. Segundo o Climatempo, foram -5°C em Urupema, -4°C em São Joaquim e -3°C em Bom Jardim da Serra. No início de julho, essas cidades registraram neve por três dias consecutivos, fenômeno que não ocorria há 21 anos na região

Segundo o Epagri/Ciram, temperaturas negativas devem se repetir na noite desta terça em boa parte de Santa Catarina. Episódios de geada também são esperados por todo o Estado. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.