Tem um móvel antigo? Dá para restaurar

Quem não sabe o que fazer com aquele móvel antigo e com cara de usado pode tentar restaurar. A zona oeste da capital tem várias lojas com esse serviço. Algumas restauram e vendem móveis já com uma cara "vintage".

/ CAMILA BRUNELLI, O Estado de S.Paulo

20 Outubro 2012 | 03h08

A reforma pode ser uma boa opção principalmente se os móveis estiverem conservados. "Quando acabo o trabalho, ninguém diz que a peça tem 50, 60 anos de uso", explica Benedito Moreira, de 48 anos, que tem uma oficina de restauro em Pinheiros. "As pessoas compram móveis antigos em bazares e trazem para arrumar. O mobiliário antigamente tinha mais qualidade, alguns eram até de madeira maciça. Agora, tudo é feito só para vender."

A designer de interiores Karina Vargas, de 40 anos, assina as peças restauradas da loja Estúdio Glória. "Reaproveitamento é uma filosofia. Há móveis feitos de madeiras maravilhosas, trabalhos lindos e totalmente artesanais."

No Estúdio Glória, o restauro dura de duas semanas a 40 dias. O primeiro passo é mandar uma foto do móvel para receber o orçamento. "É uma criação de arte em cima da época em que ele foi desenhado."

Outras lojas que compram e revendem móveis antigos em bom estado são a Desmobília Vintage, na Vila Madalena, e a Maria Jovem, em Pinheiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.