Telefônica diz que serviço foi totalmente restabelecido

Pane deixou clientes de todo o Estado de São Paulo sem telefone; causa do problema ainda não foi identificada

Central de Notícias,

09 Junho 2009 | 16h34

A Telefônica anunciou que restabeleceu totalmente, às 15 horas desta terça-feira, 9, o serviço de chamadas locais, de longa distância nacional e internacional, assim como as ligações para telefones celulares, 0800 e call centers. A empresa ainda tenta identificar a origem da pane e, em nota, lamentou os transtornos causados. 

  

Veja também:

linkTelefônica vai ressarcir clientes afetados por pane

linkPane da Telefônica deixa serviços de emergência fora do ar

blogBlog do Link: Nem o site da própria empresa escapou e ficou fora do ar até as 11h

 

Empresas, entretanto, ainda enfrentam problemas. "A Telefônica continua trabalhando para normalizar os serviços de alguns clientes corporativos e usuários que realizaram a portabilidade numérica de/para outras redes diferentes, que podem ter sofrido consequências decorrentes do não completamento de chamadas", traz o comunicado.

 

O problema foi detectado por volta das 9 horas, segundo um comunicado da empresa. Ainda conforme a nota, 95% do serviço havia sido restabelecido por volta das 11h30. De acordo com o presidente da Telefônica, Antônio Carlos Valente, a empresa tem pontos de transferência de sinalização. São três pares na capital - Perdizes, Liberdade e Ibirapuera - e três no interior. "Houve problemas nesses equipamentos, e um impacto em quase todas as chamadas no Estado", afirmou em entrevista à TV Globo.

 

Valente informou que assim que as causas do problema forem detectadas serão divulgadas. Ele disse ainda que serão feitas restituições aos clientes afetados. Foi também Valente que informou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) sobre o problema. A agência reguladora informou em nota que "acompanha com extrema preocupação" as falhas nos serviços de telefonia da empresa. Neste ano os clientes da Telefônica já enfrentaram três panes no serviço de internet de banda larga.

 

Segundo a Anatel, os agentes de fiscalização do escritório regional de São Paulo trabalham em regime de urgência para verificar as causas e as consequências da paralisação, para garantir a qualidade dos serviços prestados e a adequada confiabilidade das redes de telecomunicações. "Apurada a ocorrência, a Anatel tomará as providências no sentido de assegurar os direitos dos usuários", diz nota divulgada pela agência. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.