MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO
MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO

Taxistas protestam contra o Uber na frente da Prefeitura de SP

Regulamentação do serviço será anunciada na tarde desta quinta-feira por Haddad; condutores impediram entrada e saída no prédio

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

08 de outubro de 2015 | 14h41

SÃO PAULO - Centenas de taxistas bloquearam o Viaduto do Chá, na região central de São Paulo, no início da tarde desta quinta-feira, 8, em protesto contra a regulamentação de aplicativos como o Uber, que será anunciada nesta tarde pelo prefeito Fernando Haddad (PT). A Prefeitura fechou os portões da entrada principal e enfrenta um bloqueio de motoristas na portaria lateral, na Rua Doutor Falcão Filho.

Os taxistas impedem que servidores municipais retornem do almoço e também o acesso de jornalistas à coletiva marcada pelo prefeito, que vai acontecer em instantes.

Aos gritos, manifestantes hostilizaram funcionários de veículos de comunicação que tentaram entrar no prédio. Agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM) tentam controlar o acesso ao prédio, o que vem provocando empurra-empurra. Os taxistas estão com camisetas, bandeiras e balões com frases contra o aplicativo Uber, soltam rojões e fazem um cornetaço na frente da Prefeitura.


Tudo o que sabemos sobre:
UberTáxiSão PauloFernando Haddad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.