FILIPE ARAÚJO/ESTADÃO
FILIPE ARAÚJO/ESTADÃO

Taxistas de SP fazem carreata para pedir fiscalização de carros da Uber e outros apps

Grupo se concentrou em frente ao Estádio do Pacaembu

Bibiana Borba, O Estado de S.Paulo

05 de junho de 2017 | 08h44
Atualizado 05 de junho de 2017 | 09h07

SÃO PAULO - Um grupo de taxistas realiza uma carreata por ruas de São Paulo, na manhã desta segunda-feira, 5, para cobrar regras mais rígidas para os carros de empresas de transporte privado acionados por aplicativos - como Uber, Cabify e 99. Eles pedem a limitação do número de veículos operados pelas empresas e a regulamentação de itens como a cobrança de impostos e identificação de carros pela Prefeitura.

A carreata saiu da Praça Charles Miller, em frente ao Estádio do Pacaembu, na zona oeste, e seguia pela Avenida Paulista por volta das 8h30. Às 8h50, os táxis passavam pela Avenida 23 de Maio. Os motoristas informaram à Polícia Militar (PM) que seguirão pelo Corredor Norte-Sul e Avenida das Nações Unidas, em direção à zona sul da cidade.

Regulamentação. A gestão do prefeito João Doria (PSDB) já encaminhou à Câmara Municipal uma proposta que inclui a cobrança retroativa de impostos por quilômetro rodado. O modelo de cobrança já era previsto na regulamentação dos apps pela gestão anterior, de Fernando Haddad (PT), mas nunca chegou a ser colocado em prática em razão de liminares judiciais que beneficiaram as empresas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.