Taxista é morto a tiros em São Vicente (SP)

Policiais investigam quais foram os motivos do crime; há possibilidade de assalto ou homicídio

Ricardo Valota, do estadão.com.br

02 de novembro de 2010 | 05h52

SÃO PAULO - O taxista Pedro de Castro, de 62 anos, foi encontrado morto a tiros, por volta das 23h30 de segunda-feira, 1, ao lado de seu carro, um Ford Fiesta preto, ano 2007, na altura do nº 492 da Avenida B, no bairro Humaitá, em São Vicente, litoral paulista. Não se sabe ainda se a vítima reagiu a um assalto ou se o homicídio foi premeditado.

Policiais militares da 3ª Companhia do 39º Batalhão do Interior (BPM/I) foram acionados por moradores que ouviram os disparos e, ao chegarem no local do crime, encontraram o veículo com a porta do motorista aberta e o taxista caído do lado de fora, morto e com o celular ao lado do corpo. O caso será registrado no 1º Distrito Policial de São Vicente pelo delegado Juvenal Marques.

Tudo o que sabemos sobre:
São Vicente, violência, taxista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.