Google Maps
Google Maps

Taxista é baleado em assalto a joalheria no centro de Suzano, na Grande SP

Sem saber que o vigilante da loja era agredido por um bandido armado, o taxista, colega do segurança, aproximou-se para separar os dois

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

30 Março 2012 | 02h18

SÃO PAULO - Um assalto a uma joalheria, na região central de Suzano, região leste da Grande São Paulo, por volta das 19 horas desta quinta-feira, 29, terminou com uma pessoa baleada. Os bandidos, que teriam fugido em vários veículos, entre eles um Gol e uma moto, continuam foragidos.

 

Armados, cerca de 10 assaltantes renderam clientes e funcionários, entre eles o segurança, da joalheria S-Stein, localizada na Rua General Francisco Glicério, junto à Praça Expedicionário Antonio Garcia. Um dos criminosos teria discutido com o vigilante e começou a agredi-lo.

 

Um taxista, de aproximadamente 40 anos, sem saber que a loja estava sendo assaltada e que o agressor estava armado, por ser colega do funcionário do estabelecimento, aproximou-se para tentar ajudar o segurança. O assaltante então atirou contra o taxista. A bala entrou pelo glúteo e saiu pela região pubiana.

 

Encaminhado para a Santa Casa da cidade por policiais militares da 1ª Companhia do 32º Batalhão,o taxista foi operado, continua internado e o quadro clínico dele, segundo o hospital, é estável. Até as 2 horas desta madrugada de sexta-feira, 30, o roubo não havia sido registrado no Distrito Policial Central de Suzano pois, segundo os plantonistas, o sistema de registro de boletins estava fora do ar.

 

O valor levado da loja não foi informado ainda pela polícia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.