Divulgação
Divulgação

Táxis de São Paulo terão nova identidade visual

Frota comum terá faixa quadriculada preta e amarela nas laterais

estadão.com.br,

23 de agosto de 2011 | 10h13

SÃO PAULO- Os táxis que circulam por São Paulo terão uma nova identidade visual, segundo informou a Prefeitura. O Departamento de Transportes Públicos (DTP) realizou estudos técnicos para criar a nova identificação, com o objetivo de facilitar a visualização dos táxis em meio aos demais carros brancos.

 

Os veículos deverão seguir os padrões visuais conforme o "Manual de Identidade Visual da Modalidade Táxi", constante no Anexo Único da Portaria n.º 105 /11-SMT.GAB, publicada no Diário oficial nesta terça-feira, 23.

 

Os carros da categoria comum terão uma faixa quadriculada preta e amarela de mais ou menos dez centímetros de altura, nas laterais, frente e traseira do veículo. Também deverão destacar a identificação de Táxi da Cidade de São Paulo, da frota à qual pertence e os números de controle, tanto do DTP como da frota. Os carros da categoria Especial adotarão faixa vermelha.

 

A Secretaria Municipal de Transportes, por meio do DTP, já adotará os novos grafismos nos 1.200 veículos novos que serão adicionados à frota de táxis em São Paulo por meio de sorteio. Para os alvarás mais antigos, a ideia é adotar o novo visual de forma gradual, à medida em que a frota for sendo renovada.

 

As novas faixas devem ser pintadas ou afixadas por adesivos diretamente na lataria do veículo. É permitida a utilização de material refletivo para confecção das faixas de identificação do veículo.

 

O número de identificação de cada táxi será fornecido pela Prefeitura, em numeração sequencial. Esses números serão disponibilizados em função dos Alvarás Ativos pela ordem de antiguidade.

 

Os novos veículos vinculados aos Alvarás de Estacionamento sorteados nos termos do Decreto 52.385/2011 deverão obrigatoriamente apresentar a nova identificação visual para iniciarem suas atividades.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.