Tatto congela divisão de linhas em resposta ao MPL

Após ouvir queixas de usuários dos ônibus municipais em um debate organizado pelo Movimento Passe Livre (MPL) com cerca de 200 pessoas, na noite de ontem, o secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto, anunciou a suspensão de divisões de linhas. "O seccionamento está congelado e qualquer mudança que venha a ser feita será com ampla divulgação e informação ao cidadão", disse. O ato debateu a divisão de grandes linhas que ligam bairros e centro em ramais menores, obrigando a baldeação em terminais.

O Estado de S.Paulo

21 Fevereiro 2014 | 03h21

Na frente da Prefeitura, na região central de São Paulo, o ato terminou com a entrega de uma catraca pintada de dourado ao secretário. Segundo o MPL, o item simbolizava o "primeiro prêmio catraca" e foi concedido a Tatto "pelos serviços prestados aos empresários de ônibus".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.