Estadão
Estadão

Tarifa de água tem reajuste de 18% em Sorocaba

Preço mínimo passa de R$ 22,52 para R$ 25,26; cidade sofreu com a crise hídrica, ficando cerca de 5 meses com racionamento parcial

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

24 Junho 2015 | 16h22

SOROCABA - As tarifas de água terão reajuste de 18,09%, em Sorocaba, interior de São Paulo. O índice, mais que o dobro da inflação acumulada nos últimos 12 meses, de 8,76%, será aplicado nas contas com o consumo do mês de agosto. A cidade sofreu com a crise hídrica de 2014, ficando cerca de cinco meses com racionamento parcial.

Com o reajuste, a tarifa mínima passa de R$ 22,52 para R$ 25,26. De acordo com o Serviço Autônomo de Água e Esgotos (Saae), os insumos e custos também subiram acima da inflação. O impacto maior sobre a planilha de custos foi da energia elétrica que subiu 75,02% nos últimos 12 meses. Obras de ampliação de tratamento e distribuição de água para enfrentar a crise hídrica também tiveram impacto, segundo o Saae.

Outras cidades do interior afetadas pela estiagem em 2014 também aumentaram a tarifa de água acima da inflação este ano. Em Limeira, o aumento foi de 20,27% e em Campinas, de 11,98%. Em Itu, um reajuste de 33% nas contas aplicado pela concessionária Águas de Itu foi anulado pela prefeitura, que autorizou aumento de 4,42%, com respaldo da Justiça. Desde o último dia 11, o serviço de água está sob intervenção municipal.

Mais conteúdo sobre:
Crise da águaSorocaba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.