Estadão
Estadão

Tamoios tem 69 km de lentidão; Dersa pede que motorista evite via

Veículos represados após bloqueio e vazão na Rio-Santos causam engarrafamento; concessionária recomenda tráfego neste domingo

, O Estado de S. Paulo

14 Fevereiro 2015 | 13h07

SÃO PAULO - A Dersa, concessionária que administra a Rodovia dos Tamoios, está recomendando que os motoristas evitem trafegar por esta estrada neste sábado, 14. Para os condutores que já estão presos nos quase 70 quilômetros de lentidão, estimativa apresentada no início da tarde, a empresa orienta que deem meia volta e tentem novamente viajar no domingo.

A Rodovia dos Tamoios, SP-99, faz a ligação do Vale do Paraíba com o litoral norte de São Paulo. A estrada enfrenta problemas desde a sexta-feira, 13, quando o tráfego foi interrompido após uma carreta tombar e bloquear as pistas. O veículo transportava Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) e teve a carga esvaziada durante a madrugada deste sábado, o que forçou o bloqueio total da via por mais de seis horas.

De acordo com a concessionária, o motivo da lentidão, que vai do km 14 ao 83, seria o represamento dos veículos durante o bloqueio para esvaziamento da carga da carreta, assim como a lenta vazão na Rodovia Rio-Santos. “Estimamos que o motorista levará cerca de sete horas para atravessar o trecho em lentidão. Mas, por causa da situação, sequer há uma estimativa precisa”, informou a assessoria de comunicação da Dersa.

Em virtude da lentidão, a recomendação é que se evite pegar esta estrada. “Se o motorista puder adiar a viagem de hoje para amanhã (de sábado para domingo), recomendamos fazê-lo. Assim como para aquele motorista que está no engarrafamento, se puder voltar é o indicado”, acrescentou a comunicação da empresa. Caso haja necessidade de trafegar na rodovia ainda neste sábado, a concessionária indicou que se faça no período da noite.

Mais conteúdo sobre:
TrânsitoTamoiosCarnaval 2015

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.