Suspeitos levam R$ 10 mil em vale-refeição após tiroteio em SP

Um dos criminosos foi baleado pela polícia, mas conseguiu fugir depois de fazer um comerciante refém na Lapa

Solange Spigliatti, estadao.com.br

06 de novembro de 2008 | 14h52

Cerca de R$ 10 mil em vale-refeição foram roubados na manhã desta quinta-feira, 6, na Lapa, zona oeste da capital paulista. Um agente penitenciário, que não quis se identificar, estava em seu segundo emprego, e iria distribuir os vales-refeições e alguns documentos da empresa, quando foi surpreendido por dois homens, em duas motos, por volta das 9h30. "Eu tinha acabado de sair da empresa, a duas quadras da Rua Clélia, quando eles chegaram e me assaltaram", confirma a vítima. Logo em seguida apareceram cerca de seis policiais militares que viram a ação e começou um tiroteio. "Tive muita sorte de não ser atingido. Foram muitos tiros". Segundo a vítima, quando o tiroteio começou, um dos assaltantes fugiu em uma das motos. O outro, que chegou a ser ferido, segundo o agente, entrou em uma loja de som e fez o dono da loja refém. Depois, ambos entraram em um veículo e fugiram. Duas quadras depois, segundo a vítima, o empresário foi liberado e o bandido conseguiu fugir. O veículo foi abandonado nas proximidades. O caso foi encaminhado para o 7.º Distrito Policial, na Lapa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.