Suspeitos fizeram um sequestro por dia, afirma polícia

A polícia estima que os suspeitos presos fizeram um sequestro relâmpago por dia nos últimos três meses. Em média, eles levaram R$ 1 mil de cada uma das vítimas. "Os criminosos não eram violentos, mas tinham um revólver calibre 38 que foi apreendido. Faziam diariamente um crime como esse, acreditando que ficariam impunes", afirmou o delegado titular da Delegacia Antissequestro (DAS), Wagner Giudice. Em várias ações, os bandidos não se limitaram a fazer saques em caixas eletrônicos com os cartões das vítimas.

, O Estado de S.Paulo

21 de outubro de 2010 | 00h00

"Em alguns dos sequestros, o grupo também fazia compras de roupas de marca e esportivas. Houve casos em que a pessoa era libertada na região do Parque Burle Marx", disse Giudice.

Os três tinham passagem pela polícia: um deles por porte de arma, outro por roubo e o terceiro por sequestro relâmpago. Segundo o delegado, os três estavam respondendo a processo em liberdade. Dois dos presos moravam no Capão Redondo, na zona sul da capital paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.