Suspeitos de matar primas em Santana do Parnaíba são ouvidos

Dois adolescentes de 15 anos estariam envolvidos na morte de meninas de 13 anos

Marcela Gonsalves, estadão.com.br

17 de junho de 2011 | 18h50

SÃO PAULO - Os dois adolescentes de 15 anos, suspeitos de envolvimento no assassinato das primas Raizza Tavares Cruz e Elaine Serra Gomes da Cruz, ambas de 13 anos, foram ouvidos na tarde desta sexta-feira, 17. A audiência de instrução sobre o caso aconteceu no Fórum de Barueri, na Grande São Paulo.

 

Os corpos das adolescentes foram encontrados no dia 14 de maio, após ficarem desaparecidas por mais de uma semana. Segundo a polícia, os corpos não tinham marcas de tiros, facadas ou de violência sexual, e já estavam em estado de decomposição avançada. Perto delas foi encontrado apenas dois celulares e uma caixa contendo um teste de gravidez vendido em farmácia. A suspeita era de que as adolescentes tivessem sido envenenadas com algum tipo de droga.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.