Suspeito é morto pela Rota após perseguição na Marginal do Pinheiros

Homem era procurado pela Justiça por tráfico de drogas e formação de quadrilha; ele resistiu à abordagem, informou a PM

Felipe Tau, O Estado de S. Paulo

03 de novembro de 2012 | 16h28

SÃO PAULO - Um suspeito foi morto por policiais das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) às 13h35 deste sábado, 3, na Marginal do Pinheiros, sentido Interlagos, depois de ser perseguido pelos PMs. Segundo a Polícia Militar, ele resistiu a uma abordagem no Butantã e, na fuga trocou tiros com a Rota.

O homem, procurado pela Justiça por tráfico de drogas e formação de quadrilha, chegou a ser socorrido ao Pronto Socorro do Hospital Universitário, mas não resistiu aos ferimentos. Sua identidade e idade não foram divulgados.

O caso foi registrado no 34º DP (Vila Sônia).

Noite violenta. Ao menos 10 pessoas morreram baleadas na capital e na Grande São Paulo entre a noite de sexta-feira e a madruga deste sábado e outras oito se feriram com disparos em tentativas de homicídio. Um soldado da polícia Militar foi golpeado na cabeça e hospitalizado depois de uma tentativa de assalto em Santana, zona norte da cidade.

Tudo o que sabemos sobre:
ROTAMARGINALmorto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.