Suspeito de matar taxista é preso em SP

Taxista foi assassinado no sábado quando esperava uma passageira

João Paulo Carvalho , estadão.com.br

12 Julho 2011 | 10h22

SÃO PAULO - A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) informou que uma pessoa foi presa na manhã desta terça-feira, 12, suspeita de ter assassinado o taxista Eduardo Alves Pereira, no último sábado, depois de um assalto.

 

Eduardo Alves Pereira, de 36 anos, esperava uma passageira que levaria ao Aeroporto de Congonhas quando três homens o abordaram. Os criminosos chegaram em dois veículos também roubados: um outro taxi e um carro de passeio. De acordo com o boletim de ocorrência, a polícia encontrou dentro do carro da vítima uma carteira com vários cartões, R$ 52 e um aparelho celular.

 

Protesto. Cerca de 400 motoristas de táxis realizaram um protesto na manhã de ontem na Praça Charles Miller, no Pacaembu, zona oeste de São Paulo, contra a violência sofrida pela categoria.

 

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) afirmou que será realizada uma coletiva de imprensa na tarde desta terça-feira, 12, para dar maiores informações sobre a prisão do suspeito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.