Suspeito de matar marido de prefeita é detido em Magé (RJ)

Policial militar reformado prestou depoimento; testemunhas vão realizar o reconhecimento do suspeito

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

26 de julho de 2008 | 02h41

O policial militar reformado, L.B.B., foi detido, no início da noite desta sexta-feira, 26, por policiais civis da 66ª Delegacia, de Piabetá, em Magé, região metropolitana do Rio. Contra o ex-policial havia um mandado de prisão temporária expedido pela Vara Criminal de Magé. Ele é suspeito de envolvimento no assassinato de Orney dos Santos Pereira, marido da atual prefeita da cidade. Detido em casa, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, L.B.B. é suspeito de ser o autor do assassinato do candidato a vereador e marido da atual prefeita de Magé, Núbia Cozzolino. Os policiais chegaram até o suspeito através de comparações entre fotografias de arquivo policial com o retrato falado elaborado do assassino. O crime ocorreu no último dia 17, na Avenida Automóvel Clube, Distrito de Fragoso, em Magé, segundos após Pereira deixar o comitê de campanha. A vítima foi morta quando falava ao telefone, em frente a uma padaria. Ela teria ouvido do assassino a seguinte pergunta: "Quem era o Ney?". Ao virar-se, o marido da prefeita foi atingido por oito tiros, sendo seis na cabeça e dois no peito. O ex-policial foi ouvido na Delegacia de Polícia Judiciária Militar, em Nova Iguaçu, também na Baixada, e transferido para o Batalhão Especial Prisional (BEP), em Benfica, no subúrbio do Rio. A polícia agora fará contato com as testemunhas para que o suspeito posse ser reconhecido.

Tudo o que sabemos sobre:
assassinatocandidato a vereadorMagé

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.