Suspeito de matar jovens na é internado na Fundação Casa

Crime aconteceu em Santana de Parnaíba; vítimas tinham 13 anos e suspeito tem 15 anos

Priscila Trindade, Central de Notícias

23 de maio de 2011 | 14h36

SÃO PAULO - Um dos adolescentes suspeito de matar as primas R.T.C. e E.S.G.C., ambas de 13 anos, foi transferido na manhã desta segunda-feira, 23, para uma unidade da Fundação Casa. O jovem tem 15 anos e foi detido no último dia 17. Os corpos das meninas foram encontrado por moradores de Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo, em um matagal no bairro Cidade São Pedro. Elas estavam desaparecidas desde o dia 5 de maio.

Segundo a assessoria de imprensa da Fundação Casa, a internação provisória foi solicitada pelo promotor responsável pelo caso. O juiz tem um período de até 45 dias para emitir sua sentença e decidir quais as medidas cabíveis em relação ao adolescente. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) não soube informar a situação do outro adolescente, também suspeito de envolvimento no caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.