DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO

Suspeito de matar investigador se entrega à polícia

Justiça decretou a prisão temporária de Edson Silva Santos; crime aconteceu no dia 9 de maio na zona norte

Alexandre Hisayasu, O Estado de S. Paulo

14 Julho 2016 | 17h06

SÃO PAULO - A Justiça de São Paulo decretou a prisão de temporária de Edson Silva Santos, suspeito de participar da morte do policial civil Leandro de Abreu, em 9 de maio, na Casa Verde, zona norte da capital. 

O suspeito, acompanhado por seu advogado, se entregou no 13º DP (Casa Verde), na tarde desta quarta-feira, 13, e foi transferido para o Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

Segundo a polícia, Abreu estava saindo da garagem de casa, quando foi abordado por bandidos que tentaram roubar o seu carro. A vítima teria sido identificada como policial e levou pelo menos quatro tiros. Os criminosos também roubaram a arma dele.

 

Mais conteúdo sobre:
SÃO PAULO Justiça

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.