Suspeito de matar ex-namorada em Embu é preso no Metrô em SP

Segundo escutas telefônicas da polícia, acusado ia consultar pai de santo; fonaudióloga foi morta em dezembro

Bruno Lupion, Estadão.com.br

18 Janeiro 2011 | 07h42

SÃO PAULO - Investigadores da Polícia Civil prenderam na tarde de ontem, na Estação Tucuruvi do Metro de São Paulo, na zona norte da capital paulista, Anderson dos Santos Pinto, de 34 anos. Ele é suspeito de matar a ex-namorada e fonoaudióloga Cibele Soares Pereira, de 29 anos, em Embu, na Grande São Paulo.

 

Santos vestia bermuda e camiseta e estava a caminho de uma consulta com um pai de santo, segundo interceptações telefônicas. Cibele foi assassinada no último dia 20 de dezembro na frente de casa, com três tiros.

O delegado de Embu, Israel Prezoto, baseado em depoimentos de testemunhas e imagens de câmeras de segurança da região, pediu a prisão preventiva de Anderson, concedida em 4 de janeiro pela Justiça. Desde então, ele era considerado foragido.

O casal namorou por seis meses, mas a fonoaudióloga decidiu romper o relacionamento em julho do ano passado por causa do ciúmes excessivo de Anderson. Ele não se conformou com o término do namoro e passou a ameaçar Cibele e sua família. "Ele falava que ia picar ela em pedacinhos, dizia que ia mandar me matar", disse Maria da Conceição Aparecida Soares, mãe da vítima.

"Senti um alívio muito grande com a prisão", afirmou ela. "Vim correndo para a delegacia e olhei para a cara dele, mas ele foi covarde e virou para o chão." Aos policiais, Anderson negou ter cometido o crime. Ele deve ser encaminhado a um Centro de Detenção Provisória ainda nesta semana.

Mais conteúdo sobre:
polícia prisão morte fonoaudióloga Embu crime SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.