Suspeito de envolvimento na morte de Vanessa é liberado por falta de provas

Segundo delegado, detido é semelhante ao retrato falado do suspeito, mas como ninguém o reconheceu, ele foi libertado

Solange Spigliatti, Central de Notícias

25 Fevereiro 2011 | 14h07

SÃO PAULO - O homem detido na última quarta-feira, suspeito de envolvimento no assassinato da supervisora de vendas Vanessa de Vasconcelos Duarte, de 25 anos, foi liberado no fim da tarde de quinta-feira. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a liberação se deu em consequência da não comprovação do envolvimento dele com o crime.

 

De acordo com o delegado Zacarias Katzer Tadros, responsável pela investigação, as características do rapaz detido são bem parecidas com o retrato falado divulgado pela polícia, mas como nenhum testemunha compareceu no Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa em Santana de Parnaíba (SP) para reconhecimento do suspeito, ele foi liberado.

 

As testemunhas, segundo a secretaria, não vão comparecer à delegacia e serão ouvidas fora do DP. Vanessa foi encontrada morta em Vargem Grande Paulista no último dia 12. A polícia tem dois suspeitos, que seriam conhecidos da vítima.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.