VALERIA GONÇALVEZ/ESTADAO
VALERIA GONÇALVEZ/ESTADAO

Suspeito de atirar contra PMs na Vila Clementino se entrega

Renato Alves se envolveu em briga por venda de carros; ele disparou da sacada de apartamento

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de julho de 2019 | 22h21

SÃO PAULO - O homem suspeito de atirar contra policiais militares em um prédio na Vila Clementino, zona sul de São Paulo, se entregou nesta segunda-feira, 1º, à polícia. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), a apresentação de Renato Alves foi negociada com o advogado dele. 

Alves se apresentou no 96º DP (Brooklin) e depôs no 16º DP (Vila Clementino). Depois, foi levado à carceragem do 2º DP (Bom Retiro). Segundo a SSP, a arma de fogo usada no crime foi localizada apreendida. 

No último dia 24, a polícia foi acionada para conter uma briga entre o suspeito e um vizinho por causa da venda de um carro. Ele escapou depois de atirar, da sacada do apartamento onde estava, contra dois PMs. As buscas duraram cerca de oito horas sem que o suspeito fosse localizado. 

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo [cidade SP]ataque a tiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.