Suspeito de assassinar irmãs participa de reconstituição em Cunha-SP

Ananias dos Santos, que teria confessado o crime, está desde as 9 horas com a polícia para reproduzir os fatos ocorridos no dia da morte das adolescentes

Marília Lopes, Central de Notícias

19 de abril de 2011 | 09h40

SÃO PAULO - Ananias dos Santos, de 28 anos, suspeito de assassinar as irmãs Juliana e Josely Oliveira, de 15 e 16 anos, em Cunha, no interior do Estado, participa da reconstituição do crime, nesta terça-feira, 19. A reconstituição começou por volta das 9 horas e, segundo informou a Polícia Civil da cidade, o procedimento não havia terminado até as 13 horas.

 

Os corpos das irmãs foram encontrados com marcas de tiro em um matagal na zona rural do município, no dia 28 de março. As estudantes foram vistas pela última vez do dia 23 de março, após descerem do ônibus escolar, no retorno para casa.

 

Ananias foi preso no último dia 11 na casa de parentes, no bairro de Jacuí, e teria confessado o crime. O suspeito fugiu do Presídio Edgar Magalhães Noronha, de Tremembé, depois de uma saída temporária de Páscoa, há dois anos. Ele passou a morar com os pais em Cunha, no mesmo bairro das vítimas.

 

Notícia atualizada às 13h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.