Suspeita de gripe entre presos tumultua cadeia de Carapicuíba

Houve protesto para forçar a retirada de detentos que passavam mal; agentes do Garra reforçaram segurança

Ricardo Valota, da Central de Notícias,

07 de agosto de 2009 | 04h06

Detentos com suspeita de gripe suína são transferidos para o Hospital Sanatorinhos

 

SÃO PAULO - Com medo de um possível contágio pelo vírus H1N1, da gripe suína, os 16 presos do Setor de Triagem do 1º Distrito Policial de Carapicuíba, na Grande São Paulo, iniciaram um tumulto na por volta da 1 hora desta sexta-feira, 7, para forçar os policiais a tirarem do local detentos que passavam mal.

 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e levou três presos até o Hospital Sanatorinhos, às 3h15. Ainda não há informações sobre o estado de saúde deles.

 

Não foram feitos reféns e ninguém ficou ferido. Agentes do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra) reforçaram a segurança no local.

 

A reportagem apurou que há detentos que permanecem no setor de triagem da delegacia há mais de três semanas. A Cadeia Pública, que fica no mesmo local, foi desativada no último dia 10 de junho, mas ainda abriga 342 presos. Ela foi construída para abrigar no máximo 80 homens.

Tudo o que sabemos sobre:
gripe suinapresosCarapicuíba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.