Supersalários: mais 82 casos em secretarias

Não é só na Procuradoria do Município de São Paulo ou na Câmara de Vereadores que existem servidores com salários acima do teto de R$ 24.117,62 fixado em abril pelo prefeito Gilberto Kassab (sem partido). Novo levantamento feito pelo Estado, com base no site oficial "De Olho nas Contas", mostra que existem 82 funcionários em outras secretarias que recebem salários superiores ao limite municipal.

Diego Zanchetta e Rodrigo Burgarelli, O Estado de S.Paulo

11 de agosto de 2011 | 00h00

Os dados foram compilados usando como referência a folha de pagamento de julho. São mais 65 procuradores lotados em outras pastas, 15 auditores fiscais e 2 inspetores regionais da Guarda Civil Metropolitana (GCM) com salários maiores que o limite imposto pelo próprio prefeito em decreto de abril deste ano. Somados com os 211 procuradores da Secretaria de Negócios Jurídicos, 293 funcionários da Prefeitura receberam mais que o teto municipal naquele mês.

Aposentadoria. Apesar do grande número de funcionários na ativa recebendo acima do teto municipal, a maioria dos supersalários da Prefeitura de São Paulo está na lista dos aposentados. A Prefeitura argumenta que vários funcionários receberam mais porque os dados podem incluir o pagamento de verbas indenizatórias como adiantamentos de férias e dívidas judiciais devidas pela administração municipal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.