Supermercado vai ter de pagar R$ 15 mil a cliente que caiu em piso molhado

Carrefour e cliente recorreram, mas Justiça de São Paulo manteve condenação e valor

estadão.com.br,

08 Dezembro 2011 | 16h43

SÃO PAULO - O Tribunal de Justiça de São Paulo manteve a decisão da 4ª Vara Cível de Santo André e condenou o supermercado Carrefour a pagar indenização no valor de R$ 15 mil a uma mulher que escorregou dentro do estabelecimento. Ela sofreu uma fratura no joelho.

Em setembro de 2003, a cliente fazia compras quando escorregou no piso que estava molhado em razão do descongelamento do gelo que conservava os peixes. Após a decisão em primeira instância, as duas partes do processo recorreram ao TJ para alterar o valor fixado. O Carrefour pretendia afastar o pagamento dos danos ou reduzi-los, e a cliente queria aumentar a quantia.

Para o relator do recurso, desembargador Elcio Trujillo, a quantia estabelecida deve ser mantida. A empresa ainda precisa ressarcir a autora da ação de todas as despesas efetuadas com o tratamento do joelho, que forem devidamente comprovadas.

A seguradora Ace deverá pagar ao Carrefour o valor da indenização até o limite máximo previsto no contrato de seguro. Isso porque a empresa chamou a seguradora, com quem tem um contrato, a integrar o processo.

Mais conteúdo sobre:
Carrefour indenização SP Justiça

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.