Supercomputador deve melhorar a previsão do tempo

Um novo sistema de supercomputação adquirido pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) permitirá prever temporais como os de Alagoas e Pernambuco com mais precisão. O novo sistema amplia em 50 vezes a capacidade de processamento. Com custo de R$ 50 milhões, o supercomputador da empresa americana Cray ocupa 100 metros e chegará ao Brasil na segunda quinzena de julho.

Ana Bizzotto, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2010 | 00h00

Ele permitirá ainda a ampliação do número de previsões paralelas, que contribuem para aumentar a confiabilidade da análise. "Será um dos cinco maiores sistemas para aplicações meteorológicas do mundo. É cerca de 25 vezes mais rápido que o atual", afirma o meteorologista Marcelo Seluchi. "Evitar enchentes não é possível, mas podemos avisar as pessoas a tempo e poupar vidas." /

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.