Suíço é morto com tiro na cabeça em assalto

O turista suíço Max Kempf, de 69 anos, foi morto ontem com um tiro na cabeça, ao reagir a um assalto no sítio de seu primo no bairro do Batista, em Ribeirão Branco, sudoeste paulista. Três ladrões invadiram o sítio. Eles dominaram uma mulher e exigiram que as outras pessoas deitassem no chão. Kempf, que era serralheiro, não compreendeu a ordem dos bandidos e partiu para cima deles. O turista chegou sábado ao Brasil para visitar parentes. Os assassinos fugiram com vários objetos.

O Estado de S.Paulo

26 Novembro 2012 | 02h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.