Substância usada na água não causa mal à saúde

O carvão ativado usado no tratamento de água pela Sabesp não faz mal à saúde, segundo a bióloga Cristina Nordi, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). "Diretamente, o sulfato de cobre (para reduzir as algas na represa) também não. Mas estudos feitos na Guarapiranga mostram o aumento de sedimentos com essa substância, que não mata só as algas, mas organismos vivos da represa", explica. O cobre, que é um metal pesado, pode voltar para a coluna de água após fortes chuvas. "Imediatamente não causa problemas de saúde, mas indiretamente, sim, se forem ingeridos pescados contaminados."

, O Estado de S.Paulo

10 Março 2011 | 00h00

Essa não é a primeira vez que o carvão é usado pela Sabesp para minimizar o problema com as algas. Em 2008, a medida também foi adotada pela companhia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.