Subprefeituras de SP já fazem recadastramento de ambulantes

Nesta terça, apenas seis locais faziam o recadastramento de TPUs; o restante da cidade começa na quarta-feira

Rita Cirne, estadao.com.br

17 Março 2009 | 15h30

Seis subprefeituras de São Paulo já começaram a fazer o recadastramento dos vendedores ambulantes que trabalham de forma regular nas ruas da capital. São elas: Itaim Paulista, Mooca, Butantã, Parelheiros, Santana, Vila Maria/Vila Guilherme. As outras 25 subprefeituras iniciam o recebimento da documentação dos comerciantes a partir desta quarta-feira, 18. O prazo de cadastramento em toda a cidade é o fim do mês.

 

Com a atualização dos cadastros, a prefeitura espera reduzir o número de ambulantes já registrados, que são atualmente 4.660 e possuem o Termo de Permissão de Uso (TPU). A proposta é reduzir irregularidades, permitindo que só trabalhem os vendedores que tenham origem comprovada de suas mercadorias.

 

A lista com o nome dos camelôs chamados para o recadastramento foi publicada no Diário Oficial de sábado, mas quem não conseguiu ver a lista vai receber uma convocação pelo correio. A Prefeitura não vai abrir novas vagas. Desde 2007 não são dadas novas autorizações para ambulantes trabalharem na capital.

 

Os ambulantes que por qualquer motivo não puderem atender à primeira convocação serão convocados em segunda chamada, a ser publicada em 1º de abril. No dia 16 será conhecida a relação dos registros negados por falta de atendimento à convocação. No dia 24, será feita a primeira convocação para que permissionários que tiveram seus registros aprovados assinem os TPUs.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.