Subprefeitura realiza nova ação contra camelôs ilegais no Brás

Operação já era diária, segundo subprefeitura da Mooca, mas foi reestruturada após denúncia contra fiscais

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

15 de julho de 2008 | 15h01

A subprefeitura da Mooca realiza desde as 10 horas desta terça-feira, 15, uma operação de combate ao comércio irregular nas ruas do Brás, na zona leste de São Paulo. Participam da ação, que é coordenada pela Guarda Civil Metropolitana (GCM), 70 agentes de apoio enviados pela Secretaria de Coordenação das Subprefeituras e 40 guardas civis metropolitanos.   Veja também: Camelôs de SP pedem a criação da CPI dos fiscais Camelôs protestam no Brás contra 'máfia dos fiscais'   A operação, que já acontecia diariamente e foi reestruturada, acontece nas proximidades do Largo da Concórdia, para evitar a montagem das barracas dos cerca de três mil ambulantes irregulares da região. Até as 14h40, não havia balanço da operação. O grupo utiliza cinco Kombis, um caminhão e 30 viaturas da GCM.

Tudo o que sabemos sobre:
BráscamelôsMoocaGCMSubprefeitura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.