Subprefeitura libera prédios da Barra Funda

Interditado na semana passada sob risco de desabamento, o Condomínio Lex Offices, na Barra Funda, zona oeste, foi liberado pela Subprefeitura da Lapa no fim da sexta-feira. Ontem, os funcionários já puderam trabalhar normalmente.

NATALY COSTA, O Estado de S.Paulo

09 Outubro 2012 | 03h03

Segundo a Prefeitura, laudos estruturais "atestaram a estabilidade dos edifícios". São dois prédios de 16 andares cada, com 360 salas comerciais ao todo - a maioria de escritórios de advocacia, uma vez que o local, na Rua do Bosque, fica a poucos metros do Fórum da Barra Funda.

A liberação, porém, "é condicionada à apresentação de medições topográficas e de vibração a cada 20 dias, por um período de 60 dias", diz a Prefeitura. O local também vai continuar sendo monitorado por técnicos da Defesa Civil.

As obras do prédio da frente - a torre comercial Marquês Business Center, ainda em fase inicial de construção - não foram liberadas. A construtora Brookfield continua proibida de fazer qualquer movimentação de terra no local. Na semana passada, foi multada em R$ 10 mil por descumprir a determinação da Prefeitura.

Engenheiros da Subprefeitura da Lapa e técnicos da Defesa Civil ainda não sabem se as escavações da obra do Marquês Business Center podem ter contribuído para o tremor sentido pelos condôminos do Lex Offices.

No Itaim. Moradores do prédio interditado no mês passado no Itaim-Bibi, zona sul, também por risco de desabamento, ainda estão em hotéis e aguardam o fim das obras de reforço na estrutura do edifício.

O Condomínio Ivany, ao lado do Hospital São Luiz, foi esvaziado no dia 13 de setembro pela Defesa Civil, após fortes tremores sentidos pelos moradores. Eles foram causados por uma reforma feita pelo hospital em uma galeria no térreo do prédio.

Segundo moradores, o hospital está pagando a acomodação em um hotel há alguns quarteirões do prédio. A obra de reforço na estrutura deverá durar pelo menos mais uma semana. Depois disso, a Defesa Civil terá de reavaliar a segurança do edifício, antes de liberar o prédio para voltar a ser habitado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.