Subprefeitura do Ipiranga entra em estado de alerta para alagamentos

Trens da CPTM circulavam com intervalos maiores por causa de um raio que atingiu o sistema de alimentação elétrica entre as estações Tamanduateí e São Caetano da linha 10-Turquesa

15 de janeiro de 2014 | 21h23

SÃO PAULO - A Subprefeitura do Ipiranga, na zona sul de São Paulo, entrou em estado de alerta para alagamentos às 20h05 desta terça-feira, 15, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). A situação é mais crítica que no restante da cidade, que está em estado de atenção, porque o Córrego Ipiranga transbordou na altura da Avenida Professor Abraão de Moraes com Avenida Miguel Stéfano, Avenida Fagundes Filho, Rua Ribeiro Lacerda e Rodovia Imigrantes.

Às 21h20, a cidade tinha 18 pontos de alagamento, sendo quatro intransitáveis.

Trânsito. Um raio atingiu no final da tarde desta quarta-feira, 15, o sistema de alimentação elétrica entre as estações Tamanduateí e São Caetano da linha 10-Turquesa da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). A circulação de trens funcionava às 19h30 com maiores intervalos. Ususários no Twitter reclamavam da espera de até 40 minutos entre um trem e outro.

O CGE informa que o Aeroporto de Congonhas, na zona sul, registrou às 19h25 rajadas de vento de aproximadamente 68km/h. Por causa da chuva e dos ventos, o aeroporto fechou para pousos e decolagens durante 18 minutos, das 19h15 às 19h33.

Às 20h, instabilidades atingiam de maneira forte os bairros de Cidade Ademar e Santo Amaro, na zona sul, assim como Vila Mariana, Ipiranga e Sacomã, zona sudeste.

Previsão. O tempo permanece instável nos próximos dias. Na quinta-feira, 16, o sol aparecerá entre nuvens pela manhã e o tempo ficará abafado. No fim da tarde, por causa da entrada de uma frente fria, o potencial para formação de alagamentos e rajadas de vento será elevado. A mínima é de 19ºC e a máxima, de 30ºC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.