Suboficial da Marinha detido sob suspeita de estupro

A.C. é acusado estuprar várias vezes a própria enteada,de 10 anos

Ricardo Valota e Andressa Zanandrea, do estadão.com.br,

08 de janeiro de 2008 | 06h01

Um suboficial da Marinha Mercante foi detido, em casa, no Jardim Japão, zona norte de São Paulo, na madrugada desta terça-feira, acusado estuprar várias vezes a própria enteada, uma menina de 10 anos. A.C., de 53 anos, morava com a mãe da menina havia 4 anos, mas o casal havia legalizado a união há apenas 1 ano, tempo em que o militar vinha abusando da criança.  Na ativa, o militar permanecia três meses fora de casa e um ao lado da mulher e da enteada. Os estupros ocorriam durante o dia, quando a esposa do suspeito saía para trabalhar e deixava a menina com A.C., que, no último ano, mês sim, mês não, aparecia em casa. A menina, em depoimento no 19º Distrito Policial, de Vila Maria, afirmou que demorou para contar o que vinha sofrendo porque achava que a mãe, por gostar muito do marido, não acreditaria na história. A mãe da vítima juntamente com uma vizinha, ao ouvirem a história da criança, que inclusive detalhou tudo, procuraram a PM. Policiais militares da 2ª Companhia do 05º Batalhão foram até a residência da família, na Praça Eduardo Rabello, onde detiveram o militar. Exames de corpo de delito serão feitos na menina para se verificar mesmo se a criança foi estuprada.

Tudo o que sabemos sobre:
suspeitaestupromarinha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.