STJ nega pedido de liberdade ao casal Nardoni

Decisão leva em conta a tentativa de mudanças no local do crime; na semana passada, STF negou pedido

Agência Estado,

09 de setembro de 2008 | 16h09

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou mais um pedido de habeas-corpus para Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá nesta terça-feira 9. Os dois são acusados de matar Isabella, de 5 anos, e estão presos em Tremembé, no interior de São Paulo. O ministro Napoleão Nunes Maia Filho considerou em sua decisão a suposta tentativa do casal de alterar o local do crime, o que representaria para a Justiça riscos ao andamento do processo.   Veja também: Perita falta em audiência, foge e bate em viatura STF nega quarto pedido de liberdade ao casal IC volta ao edifício para fazer novas imagens A cronologia de todo o caso  Tudo o que foi publicado sobre o caso Isabella      Alexandre e Anna Carolina, pai e madrasta de Isabella, estão presos há quatro meses em penitenciárias de Tremembé, no interior de São Paulo. Eles são acusados de homicídio doloso triplamente qualificado e fraude processual. Isabella morreu em 29 de março na capital, depois de ser jogada do 6º andar do edifício em que morava o casal. Segundo a polícia, a menina foi esganada antes da queda.   No habeas-corpus, a defesa contesta o que considera um "excesso de linguagem" na decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) e critica o trabalho da perícia e da polícia. Em audiência para julgamento do pedido de liberdade, os advogados afirmaram que Isabella não fora esganada, mas morrera de embolia, causada pela queda. Maia Filho avaliou que as críticas diziam respeito às provas do processo e, por isso, não poderiam ser analisadas pela Justiça em um habeas-corpus.

Tudo o que sabemos sobre:
caso Isabella

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.