STJ manda soltar cinco funkeiros do Alemão

O Superior Tribunal de Justiça concedeu habeas corpus a cinco cantores de funk presos nos dias 15 e 16 de dezembro, acusados de fazer apologia ao tráfico de drogas no Complexo do Alemão, zona norte do Rio. Anderson Paulino (MC Didô), Fabiano Ramos (MC Ticão), Wallace da Mota (MC Smith) e Max Pessanha (MC Max) foram soltos na noite de Natal, e Frank Batista Ramos (MC Frank), na manhã do dia 25. Outro cantor preso pela mesma acusação, conhecido como MC Galo, continua detido pois responde a outro processo.

, O Estado de S.Paulo

28 Dezembro 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.