Stevie Wonder e Gilberto Gil cantam para 500 mil no Rio

Cerca de 500 mil pessoas lotaram ontem a Praia de Copacabana, na zona sul do Rio, para assistir aos shows de Gilberto Gil e Stevie Wonder. Às 23h49, eles cantaram juntos I Just Called To Say I Love You, de autoria de Wonder. Ele cantou em inglês e Gil o acompanhou com sua versão em português.

CLARISSA THOMÉ / RIO, O Estado de S.Paulo

26 de dezembro de 2012 | 02h00

O americano iniciou sua apresentação às 22h17, após vaias do público por causa do intervalo de mais de 50 minutos entre a primeira apresentação, de Gil, e a dele. Com os filhos de 11 e 7 anos, Wonder cumprimentou a plateia carioca com um "tudo bem" e logo declarou seu amor pelo Brasil.

Ele abriu o show, cujo palco estava na frente do Copacabana Palace, com a clássica What a Wonderful World, seguida de Master Blaster, Higher Ground e Knocks me Off My Feet. O ponto alto, no entanto, foi quando Wonder tocou Garota de Ipanema na gaita, acompanhado pelo coro da plateia.

Apesar de Gil e Wonder terem feito uma apresentação beneficente no domingo, no Imperator, zona norte do Rio, para uma plateia lotada de vips, mais famosos foram a Copacabana assistiram ao show na areia, como as atrizes Patricia Pilar, Luana Piovani, Cristiana Oliveira e a cantora Mart'nália.

Antes de Wonder, Gil começou seu show pontualmente às 20 horas. Ele cantou sucessos como Palco, Aquele Abraço, No Woman no Cry e Realce.

Memória. Com um samba de roda, Gil fez ainda uma homenagem a dona Canô, mãe de Caetano Veloso e Maria Bethânia, que morreu ontem aos 105 anos.

"Viveu uma vida longuíssima. Tantos filhos queridos, tanto amor. Tanta devoção à Nossa Senhora, a Santo Amaro. Mãe Canô viverá sempre em nossos corações", disse Gil, que emendou Marinheiro Só.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.