SPTrans tem de indenizar deficiente

A Justiça condenou a São Paulo Transportes (SPTrans) a indenizar um passageiro, deficiente físico com direito a andar gratuitamente de ônibus, por não prestar o benefício durante dois meses. Usuário do Atende, ele pediu autorização para alterar horários de viagem, mas só foi atendido 60 dias depois. Nesse intervalo, além de pagar passagem, enfrentou diversas dificuldades para chegar à faculdade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.