SP terá grupo especial para fiscalização da Lei Cidade Limpa

Agentes serão ligados à Secretaria de Subprefeituras; cerca de 500 mil faixas, cartazes e tabuletas foram retiradas da cidade desde o início da lei, em 2007

Solange Spigliatti, Central de Notícias

09 Fevereiro 2011 | 13h12

SÃO PAULO - A cidade de São Paulo passa a ter a partir desta quinta-feira, 10, um grupo especial para a fiscalização da Lei Cidade Limpa em toda a capital paulista, o que permitirá organizar e realizar ações e complementar trabalho de Subprefeituras.

 

Ligado diretamente à Secretaria de Coordenação das Subprefeituras, o grupo especial será composto por servidores municipais com nível superior, cujas habilitações sejam fiscalizatórias. O coordenador do grupo será o ex-subprefeito de Cidade Ademar, José Rubens Domingues Filho.

 

A iniciativa irá também fiscalizar novas formas de burlar a lei, que começaram a ser implantadas em alguns pontos comerciais. Tais formas são proibidas e terão o auxílio deste grupo na fiscalização. Até o momento, cerca de 500 mil faixas, cartazes e tabuletas foram retiradas da cidade desde o início da lei, lançada em 2007.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.