SP tem recorde de congestionamento pela manhã

Em dia de greve da CPTM, lentidão chegou a 148 km às 11h

O Estado de S. Paulo

13 Junho 2013 | 11h46

SÃO PAULO - A cidade de São Paulo registrou nesta quinta-feira, 13, recorde de lentidão no período da manhã. Trata-se de um reflexo da greve de parte dos funcionários da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

Às 11h, os congestionamentos chegaram a 148 km, o mesmo volume do recorde do ano no horário de pico matinal (que vai das 7h às 10h), ocorrido às 9h do dia 5 de abril. Fora das horas de pico, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou não ter um balanço dos índices de lentidão.

As vias com o pior trânsito eram as marginais. A do Tietê tinha, na pista expressa, 18,2 km de filas. Já a do Pinheiros, 9,3 km. Por causa da greve, a CET informou que suspendeu o rodízio na tarde desta quinta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.