SP tem frio recorde e há chance de nevoeiro

Termômetros registraram ontem 8,7°C e temperatura só deve começar a subir amanhã

JULIANA DEODORO, O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2012 | 03h03

São Paulo registrou na madrugada de quinta-feira a menor temperatura do ano, 8,7ºC, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Mas essa marca pode ser batida hoje, com a previsão de 8ºC logo ao amanhecer. Até ontem, a temperatura mínima registrada na capital havia sido de 8,8ºC, no dia 15 de julho, durante o inverno. O recorde histórico do mês de setembro é de 1943, quando os termômetros marcaram 2,3ºC na capital.

De acordo com a Climatempo, há também nesta sexta-feira a possibilidade de nevoeiro em alguns locais da Região Metropolitana, como os Aeroportos de Congonhas e Guarulhos, e do Estado, especialmente em região serrana. O nevoeiro acontece quando a umidade do ar está acima de 80% e, aliado às baixas temperaturas, impede a visibilidade em até 1 quilômetro.

O meteorologista da Climatempo André Madeira diz que a massa de ar polar responsável pelo frio está perdendo força e, de acordo com ele, a temperatura vai aumentar gradativamente a partir de sábado. "A tendência é que a temperatura suba. No fim de semana, o tempo ficará mais aberto, mas o frio continua durante as noites e madrugadas." Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), os termômetros devem variar entre mínimas de 10ºC e máximas de 23ºC.

A queda da temperatura pode ser responsável por diversas doenças, da gripe simples a crises asmáticas. Para o rinologista e diretor da Faculdade de Medicina da Santa Casa, José Eduardo Dolci, é importante tomar precauções para evitar complicações.

"As pessoas devem evitar principalmente os choques térmicos, pois o mecanismo é sempre o mesmo: a mudança de temperatura desencadeia reações no nariz e no pulmão, muitas vezes o brônquio espasmo", diz. "Uma vez que se sabe da queda da temperatura, não custa se proteger."

Extremos. No Rio Grande do Sul e em Santa Catarina a temperatura aumenta hoje, apesar de continuar frio. Nos dois Estados, a previsão é de tempo nublado e chuviscos. No Rio Grande do Sul, a temperatura máxima será de 26ºC e a mínima, de 3ºC. Em Santa Catarina, os termômetros devem ficar entre 25ºC e 2ºC. Enquanto os Estados do Sul e Sudeste registram recordes de temperaturas baixas, no Nordeste, a situação é oposta. Em Teresina, no Piauí, a tarde de ontem foi a mais quente do ano. O Inmet registrou, às 15 horas, máxima de 39,8ºC. Em outras cidades do interior do Estado, como Oeiras e Floriando, a temperatura ultrapassou os 41ºC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.