Ricardo Fassina/Estadão
Ricardo Fassina/Estadão

SP tem chuva de granizo e áreas em atenção para alagamentos

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências, 24 pontos de alagamentos na Sé e na Mooca estão intransitáveis

O Estado de S. Paulo

07 de novembro de 2014 | 18h23

SÃO PAULO - A cidade de São Paulo registrou chuvas de granizo na tarde desta sexta-feira, 7. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), houve chuva rápida de granizo na região do Parque Novo Mundo, por volta das 17h40. Moradores também registraram o fenômeno na região central de São Paulo. 

No Cambuci, segundo moradores, a chuva começou por volta das 17h10 e durou 30 minutos. Durante 15 minutos, houve chuva em forma de gelo.


Quatro regiões de São Paulo - Centro, Mooca, Ipiranga e Vila Mariana - entraram em estado de atenção para alagamentos às 17h25. De acordo com imagens de radar meteorológico, a precipitação é moderada com pontos fortes principalmente entre o centro e o bairro da Mooca, na zona leste. 

Sete pontos de alagamentos foram registrados pelo CGE na tarde desta sexta: quatro deles na Sé, na Avenida Nove de Julho e Rua São Paulo, e três na Mooca, na Avenida Alcântara Machado e na Praça Ciro Pontes.

Apesar do tempo chuvoso, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego, todos os semáforos da região estão operando corretamente. 

De acordo com o CGE, a tendência é de que as chuvas se desloquem gradualmente para outros bairros da zona leste e para a região de Guarulhos, perdendo intensidade. 


Previsão. No sábado, 8, uma frente fria provoca mais chuva e queda de temperatura na Grande São Paulo. Segundo o CGE, há possibilidade de alagamentos e deslizamentos de terra nas áreas de risco. Os termômetros oscilam entre 19ºC e 24ºC.

No domingo, 9, haverá apenas garoa, principalmente nas primeiras horas do dia. A mínima prevista é de 17ºC e máxima de 21ºC./COLABOROU RAQUEL BRANDÃO

Tudo o que sabemos sobre:
São PaulochuvasMooca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.