SP registra queda de 9,8°C em um dia

Frente fria que trouxe chuva e encerrou série de 63 dias secos baixou temperatura; com mínima de 15°C, hoje chove em toda a cidade

JULIANA DEODORO, O Estado de S.Paulo

21 de setembro de 2012 | 03h04

A chegada de uma frente fria a São Paulo anteontem, que trouxe a primeira chuva em 63 dias, foi responsável também pela queda da temperatura na capital em 9,8ºC ontem. Na quarta, a máxima registrada foi de 33,7ºC, e ontem os termômetros não passaram de 23,9ºC - menos que os 25,7°C da madrugada de anteontem.

De acordo com a Climatempo, a máxima de hoje deve ser de 25ºC e a mínima de 15ºC. Ao contrário do que aconteceu nos últimos dois dias, a chuva deve ser generalizada. "Estava previsto que a chuva seria mais localizada no início. Por isso os extremos leste e sul da capital foram os mais atingidos hoje e ontem (ontem e anteontem). Amanhã (hoje), porém, a frente fria se reorganiza e encontra o ar mais úmido. Já no período da manhã deveremos ter chuva", afirma o meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) Marcelo Schneider. Segundo ele, o volume de precipitação esperado pelo Inmet fica entre 15 e 20 milímetros. Na quarta-feira, o índice foi de 1,3 milímetro.

A meteorologista da Climatempo Josélia Pegorim também garante que a chuva de hoje será mais intensa. "Não é só garoa, é chuva que molha mesmo", disse. "As áreas de instabilidade estão crescendo e as nuvens estão mais carregadas."

A umidade deve continuar no fim de semana, apesar de chuvas não estarem previstas. Segundo o Inmet, haverá apenas uma garoa amanhã, quando a temperatura deve cair ainda mais. "Depois de tantos dias de calor, o fim de semana vai começar com temperatura baixa e muita umidade. A mínima ficará entre 11ºC e 13ºC e as máximas entre 18ºC e 20ºC", afirma a meteorologista da Climatempo. No domingo, o dia será nublado, sem chuva. "É um fim de semana de outono", ironiza Schneider. A primavera começa amanhã, às 11h49.

Outra frente fria tão forte quanto a que atinge a cidade hoje deve chegar na segunda-feira. Chuvas fortes são previstas para segunda e terça. E a temperatura continuará caindo. Segundo o Inmet, a mínima média para o início da próxima semana será de 12ºC. "Está havendo uma mudança bem grande no padrão atmosférico. A massa de ar quente que estava atuando foi completamente substituída", afirma Marcelo Schneider.

Inversão. A primavera é a estação tipicamente quente e seca em São Paulo, quando se costuma chegar aos recordes de temperatura do ano. "Tudo anda um pouco invertido. O último mês do inverno foi muito quente e vamos começar a primavera sentindo o friozinho comum do inverno", diz Josélia Pegorim.

O meteorologista do Inmet concorda com ela. Segundo ele, o inverno começou chuvoso e vai terminar chuvoso, mas outro dado chama a atenção. "Apesar dos últimos dias terem sido muito quentes, o mês de agosto teve a menor temperatura máxima desde 1990, de 28,6ºC", diz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.