SP recebe 11 bases móveis do governo federal

O Estado de São Paulo deve ganhar 11 bases móveis, em maio, que podem ser utilizadas no combate ao tráfico de drogas. Os carros fazem parte do programa do governo federal "Crack, é Possível Vencer." As bases têm câmeras e computadores que podem ser usados para, por exemplo, investigar a ação de traficantes na cracolândia - região de São Paulo que ficou famosa pelas "procissões" de viciados pelas ruas .

O Estado de S.Paulo

12 de abril de 2013 | 02h03

Cada ônibus é acompanhado por 20 câmeras, que permitem a visualização da venda e do consumo de drogas. No seu interior, as bases funcionam como escritórios bem equipados, onde as imagens podem ser vistas.

A entrega dos veículos foi anunciada pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que esteve ontem em São Paulo para receber as chaves dos primeiros ônibus.

Com investimento estimado em pelo menos R$ 49 milhões, 70 bases móveis serão distribuídas por cidades de 27 Estados. O programa federal também equipa as cidades com armas de menor potencial ofensivo, motos e carros.

Cratod. Desde 21 de janeiro, quando o governo do Estado intensificou o atendimento aos dependentes químicos, mais de 540 dependentes encaminhados pelo Cratod foram internados, conforme a Secretaria Estadual de Saúde. Após a implementação, outros 304 leitos foram abertos no Estado, totalizando 1.004. A expectativa do governo é ultrapassar o total de 1,3 mil leitos até 2014. /T.D.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.