SP não teve homicídios durante a sexta-feira, diz governo

Distritos policiais do município não tiveram ocorrências deste tipo de crime entre 0h01 e 24 horas da sexta

08 de dezembro de 2007 | 19h12

O município de São Paulo não registrou homicídios entre a 0h01 e 24 horas de sexta-feira, segundo informou neste sábado, 8, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. Desde 1995 isso não acontecia na cidade, segundo a SSP. Apesar dos dados anunciados pela Secretaria, o município registrou um homicídio no início da madrugada deste sábado, 8.   Assalto à mansão de Ricardo Mansur deixa um morto em SP Foragido executado tinha credenciais da PF   No início da madrugada, uma pessoa foi morta durante o assalto à mansão do empresário Ricardo Mansur, no Morumbi, na zona sul da capital. Também no fim da noite de quinta-feira, 6, um homem foi executado em uma avenida na zona sul.     Ronaldo Marzagão, secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, foi quem anunciou neste sábado que nenhum dos 93 distritos policiais registraram ocorrências de homicídio durante a sexta-feira. Em 2006, a capital registrou 1984 homicídios, o equivalente a 5,43 por dia, e 18 mortes por 100 mil habitantes.   Para a Organização Mundial da Saúde (OMS) níveis de homicídios superiores a 10 homicídios por 100 mil habitantes são considerados epidemiológicos. Apesar de apontar os dados do município em 2006, Marzagão alegou que desde 1999 o número de homicídios caiu 63% no Estado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.