SP mudará cálculo de gratificação para PMs

O governo estadual vai mudar a forma de pagamento por Regime Especial de Trabalho Policial (RETP), considerando apenas o salário-base na concessão do benefício para PMs, sem as vantagens pecuniárias (gratificações por aulas na academia, por exemplo). Segundo a lei, a RETP deveria dobrar apenas o salário-base. Em 2007, a Procuradoria-Geral do Estado apontou divergências na fórmula da PM para calcular o benefício. Segundo a Secretaria da Casa Civil, os policiais não serão obrigados a devolver o que receberam a mais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.