SP já tem blitze com Polícia Civil

No fim de semana passado, investigadores da Delegacia de Crimes de Trânsito (DCT) começaram a participar das blitze da lei seca, antes feitas apenas com policiais militares. O objetivo é levar diretamente ao Instituto Médico-Legal (IML) motoristas abordados que se recusarem a soprar o bafômetro.

O Estado de S.Paulo

31 de janeiro de 2012 | 03h03

Segundo levantamento da Polícia Militar, no primeiro dia de trabalho conjunto, 66 motoristas foram flagrados embriagados em 16 bloqueios realizados em toda a capital. Desses, 23 foram indiciados na DCT e vão responder a processo criminal por apresentar mais de 0,34 miligrama de álcool por litro de ar expelido.

Investigadores da DCT tinham requisições para realização de exames clínicos no IML. Dez motoristas se recusaram a fazer o teste do bafômetro e serão investigados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.