SP já sofre com alagamentos; Sul tem estiagem recorde

Chuva fez capital paulista registrar 140 km de lentidão às 19h; hoje, temperatura deve chegar aos 30°C

O Estado de S.Paulo

30 Novembro 2011 | 03h05

Uma forte chuva atingiu a capital paulista na tarde de ontem e deixou a cidade em estado de atenção das 16h05 às 18h20. No Sul do País, por outro lado, os Estados registram períodos de estiagem.

A tempestade causou 19 pontos de alagamento, quatro deles intransitáveis, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). A zona oeste foi a mais afetada, com 12 pontos de alagamento - apenas a Marginal do Pinheiros concentrou três.

O impacto no trânsito foi direto. Tanto que, às 19h, pouco após o fim da chuva, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrava 140 km de lentidão, índice bastante acima da média para o horário, de 114 km. A queda de árvores também voltou a ser problema. Pelo menos cinco foram registradas, duas na zona sul, duas na leste e uma no centro.

A previsão é que chova forte novamente hoje. A temperatura vai subir e a máxima pode chegar a 30°C na capital paulista durante a tarde.

Sul. No Rio Grande do Sul, a estiagem é o problema. O mês de novembro deverá terminar como um dos mais secos da história na região de Caixas do Sul, onde agricultores já convivem com o problema do solo rachado. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), porém, o sofrimento poderá ser minimizado hoje - porque há previsão de chuva para toda a região. /MÁRCIO PINHO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.